Por que desenvolver a sua imaginação pode torná-lo um CEO mais competente?

:: mapeando a cadeira de CEO ::


Nesse momento se você ambiciona ou já ocupa a posição de maior prestígio dentro da organização, a de CEO, em geral você desenvolveu competências elevadas em, principalmente, três dimensões: liderança, negócios e comunicação. Entretanto, para lidar com a realidade da organização em todas as suas múltiplas dimensões e percebê-la você precisará desenvolver um outro tipo conhecimento: o imaginativo.


Sim, é por meio desse conhecimento que você pode ampliar a sua percepção das situações e enfrentar melhor a realidade que acontece no dia a dia da empresa. Dessa forma também irá desenvolver a capacidade de enxergar a realidade de todo o contexto, não apenas uma fração dele, e ser eficiente o bastante para agrupar as informações com a qual está lidando e que muitas vezes chegam até você pela imagem das situações que são expressas pelos indivíduos que trazem as demandas para você e faz com que você crie uma determinada imagem a respeito da situação.


Certamente você já esteve frente a uma obra de arte e exercitou a sua imaginação mesmo sem estar consciente disso. Quando você observa e percebe o quando inteiro, essa abrangência do todo e resultado da sua capacidade imaginativa da percepção global. Quando você e exposto a um plano estratégico da organização e consegue perceber o todo e seus possíveis impactos, também está usando essa faculdade. Provavelmente esse não é o seu conceito de imaginação, mas aqui estou abordando a partir dessa visão de imaginação como um órgão sensorial de percepção do mundo e que pode ser desenvolvido


De que forma você é capaz de perceber que está fazendo uma imagem (reprodução) correta sobre uma situação específica e tem condições de tomar a melhor decisão a respeito disso? Como você responderia?


Quando a alma e o mundo estão em equilíbrio podemos perceber as imagens de forma correta; do contrário, a imaginação torna-se uma ilusão.


Em verdade, a imaginação são as experiências ocultas que temos diariamente, mas precisamos percebê-las. Ao libertar a imaginação, conquistamos um pensar ativo (consciente) que percebe a realidade em todas as suas medidas. É justamente este tipo de percepção distorcida que dificulta a vida dos CEOs. Nem sempre eles dominam a capacidade de enxergar os contextos simultâneos que acontecem nos diferentes níveis que formam o todo da empresa. Logo, passam a ter dificuldade de enxergar o cenário complexo e oferecer uma resposta rápida que apresenta a solução real.


Esse processo de perceber as imagens de forma correta ajudam na tomada de decisões e manifesta com clareza que existe aí um poder de benefício individual a ser explorado. Exatamente nesse ponto que eu quero ajudá-lo a progredir. Por isso, antes de aprimorar esse recurso de modo resumido, preciso esclarecer que a sensação é a intuição que sensibiliza ou que estimula a formar uma imagem. A imagem é o aspecto particular pelo qual algo é percebido. E a imaginação é possibilidade mental de conceber e criar imagens novas a partir da combinação de ideias.



Mas, de que forma se desenvolve isso? Como isso pode te beneficiar como líder?


Essa capacidade de cognição sensível influenciada de uma essência viva é tão importante quanto possuir outras habilidades próprias ao cargo. Além disso, ela também está associada ao pensar. Não é demais lembrá-lo que físico alemão Albert Einstein foi quem sintetizou melhor o conceito do conhecimento imaginativo quando disse: “A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação é infinita”. Como essa afirmação ressoa em você?


Rudolf Steiner, filósofo e educador austro-hungaro, fundador da antroposofia (palavra grega que significa "conhecimento do ser humano"), elaborou o método de conhecimento da natureza do ser humano e do universo, que amplia o conhecimento obtido pelo método científico convencional, bem como a sua aplicação em praticamente todas as áreas da vida humana.


Em outras palavras, ele escalonou os graus do conhecimento superior, sendo um destes a imaginação.


E você, como tem se utilizado da imaginação para chegar a uma decisão? A sua decisão tem sido formada pela imagem que você configura a partir do que os outros pensam ou passa inteiramente por você? Reflita.


No artigo seguinte continuarei a explorar este tema e vou abordar como a inspiração é o próximo nível que direciona a imaginação para um caminho ou objetivo.


Se deseja ter apoio de coach profissional para se desenvolver e amadurecer neste tema, entre em contato: jorge.dornelles.oliveira@ggnconsultoria.com.br Whats app (11) 96396.9951

Leia outros artigos relacionados:

O que o CEO pode aprender com o político e com o trickster?

https://www.jorgedornellesdeoliveira.com/post/o-que-o-ceo-pode-aprender-com-o-pol%C3%ADtico-e-com-o-trickster


O tamanho real da cadeira do CEO

https://www.jorgedornellesdeoliveira.com/post/o-tamanho-real-da-cadeira-do-ceo

Perceber a estratégia real da organização

https://www.jorgedornellesdeoliveira.com/post/perceber-a-estrat%C3%A9gia-real-da-organiza%C3%A7%C3%A3o


Quando o essencial precisa ser visível aos olhos do CEO

https://www.jorgedornellesdeoliveira.com/post/quando-o-essencial-precisa-ser-vis%C3%ADvel-aos-olhos-do-ceo

Jorge Dornelles de Oliveira

Julho de 2021


#coach #coaching #executivecoach #coachexecutivo #executivo #ceo #mentalidade #carreira #lider #lideranca #negocios #empresa #organizacao #mindset #steiner #imaginacao #antroposofia #pensamento #pensamentoativo #dimensoes #competencias

24 visualizações0 comentário